31 de mai de 2017

"MULHER GUERREIRA" - Homenagem da Miss Umuarama

Alimentando Sonhos
Miss Umuarama - Bruna Cecon


Associação Vida e Solidariedade, é o nome dado a ação de Dona Maria do Carmo da Silva ou “Maria da sopa” como é conhecida popularmente em Umuarama. Em 1997, Dona Maria preparava sopas em sua própria residência e distribuía para a comunidade. No começo não tinha apoio de quase ninguém, o que lhe dava forças era a sua vontade de ajudar o próximo. Ela utilizava o valor de sua aposentadoria para comprar os ingredientes e distribuía sopa dentro de sua própria casa para os moradores do Parque industrial. Com o passar do tempo algumas pessoas começaram a ajudar doando alimentos, mas nada fixo, fazendo com que dona Maria contasse mais com a aposentadoria que recebia do que com as doações. 

Após alguns anos um padre soube das ações de Dona Maria e sentiu vontade de expandir ainda mais essa boa ação, propôs então que Dona Maria abrisse uma associação para dar maior visibilidade ao seu trabalho e consequentemente conseguir mais doações. Como o objetivo de Dona Maria é ajudar o próximo não pensou duas vezes e aceitou. Ela queria ajudar cada vez mais as pessoas e levar através de suas sopas, o amor e conforto para quem precisasse. Em 2003, foi o início de um movimento que mudaria a vida de muita gente, inaugurou a Associação Vida e Solidariedade, a partir deste projeto conseguiram aos poucos uma coordenadora, logo mais uma psicóloga e uma assistente social. 

Hoje após 20 anos de caminhada, a Associação conta com professores voluntários e atividades que atendem toda a comunidade, como artesanato, jiu jitsu, horta comunitária, bordados, oficinas artísticas, entre outros. Além é claro da doação de refeições que foi por onde tudo começou. Por meio dessas atividades as portas se abriram para que as crianças participassem de campeonatos e tivessem uma base maior e melhor na formação educacional de cada uma. 

O projeto de Dona Maria vai muito além de apenas alimentar quem precisa, através do seu amor, sua força e de suas ações foi possível alimentar sonhos, e isso é o que a mantém firme. E como ela mesmo diz, isso a torna a mulher mais feliz e realizada do mundo. Dona Maria garante que enquanto viver não deixará de ser voluntária, ela afirma, “Não tenho nenhum projeto escrito, tenho o de Jesus Cristo, que é o amor”.





















Nenhum comentário: