1 de jun de 2017

"MULHER GUERREIRA" - Homenagem da Miss Apucarana

Aída Assunção - A Guerreira do Comércio e das Causas Sociais
Miss Apucarana - Millene Midori Horimi

A “Mulher Guerreira” escolhida para representar Apucarana é a empresária Aída Santos Assunção, 57 anos, que atua no segmento de floricultura. Designer de Interiores e decoradora há mais de 30 anos, atualmente ela responde pela presidência do Sindicato do Comércio Varejista (Sivana) e pela vice-presidência da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (ACIA), além de integrar a diretorias da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio PR) e do Lar Sagrada Família, entidade sem fins lucrativos que abriga crianças órfãs ou cujos pais foram destituídos do pátrio poder pela Justiça.

Por duas gestões foi presidente da Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios (CMEG) e da Escola de Desenvolvimento Humano Casa do Caminho (Edhucca), respondendo hoje pela vice-presidência. A entidade atende, prioritariamente, lares em situação de risco e vulnerabilidade social, dedicando atenção especial à família, à promoção de valores, ao fortalecimento de vínculos e à capacitação para o mercado de trabalho.

Natural de Montanha, no Espírito Santo, é casada com Ademilson Gomes e mãe de dois filhos: Angélica, 30 anos, e Ademilson, 20. Mudou-se com a família para Apucarana em 1972, onde construiu uma linda história de luta e muito trabalho.

Seus pais, Álvaro (in memoriam) e Elzenita Santos Assunção, vieram para o interior do Paraná em busca de uma vida melhor para os 14 filhos. Para ajudar no sustento da casa, Aída começou a trabalhar aos 12 anos em feiras livres, comercializando peças de artesanato produzidas pelo pai. Aos 16 conseguiu o primeiro emprego com carteira assinada como vendedora de uma livraria. Aos 23 anos abriu seu primeiro negócio e há mais de três décadas atua no segmento de floricultura, sendo proprietária da Flor & Arte - referência no setor para Apucarana e toda a região.

Com uma longa história de serviços prestados em prol do comércio e das causas sociais, a empresária faz jus ao título de “guerreira”. Em 2007, recebeu o Troféu Guerreira do Comércio, honraria entregue pela Fecomércio aos empresários de destaque no Paraná. Em seu currículo constam ainda prêmios como Loja Referência do Comércio, concedido pelo Sebrae em 2008; Troféu Mulheres de Ouro, recebido em 2012; e oito troféus Top de Marcas, conquistados entre os anos de 2009 e 2017.




















Um comentário:

Luciana Vidal disse...

Homenagem mais que justa a essa guerreira que não mede esforços para trabalhar pelo bem de Apucarana. Parabéns, Aída, e parabéns, Millene, pela acertada escolha. Boa sorte!