1 de jun de 2017

"MULHER GUERREIRA" - Homenagem Miss Mandaguari

"Mulher Guerreira" de Mandaguari
Miss Mandaguari - Eloisa Flávia Lavárias

Silvana Galhera Lavárias, 44 anos , mãe da Miss Mandaguari 2016 . Mulher guerreira que sempre morou em zona rural, tem muito orgulho de sua raiz que vem desde seus tataravós , trabalhou muito tempo neste meio, com seus avós, pais e depois de casada com seu marido e filhas. Para ajudar na renda da casa fazia artesanatos, mas, também ensinou suas filhas a cuidarem do campo, ter o amor pela natureza e os animais. Suas duas filhas Eloisa Flávia Miss Mandaguari (filha mais velha) e Isabela Raissa. 

Com o tempo Silvana resolveu fazer curso de cabelereira “Desde adolescente já fazia o cabelo de minhas amigas. Encontrou ai mais uma paixão , começou levar sua filha Eloisa junto para os cursos e notou que tinha interesse e dom por essa área também, então resolveram abrir seu próprio negocio. Hoje são sócias no salão de beleza que ira completar 5 anos em julho 2017, Silvana Cabelereira , Eloisa maquiadora , micropigmentadora , designer de sobrancelhas formada em estética e cosmética e sua irmã na área junto como manicure e estudante de direito.

Esta homenagem é uma surpresa para sua mãe, por isso não fez parte das filmagens e sua irmã foi cúmplice, diz Eloisa.

Aqui deixa registrado uma homenagem a todas as Mulheres Guerreiras :

"Ser Mulher é ser alguém que carrega na sua essência a luz da vida, a esperança do amanhã, o calor do amor. Ser Mulher é ser mãe, é ser amiga, é ser companheira. Ser Mulher é ser guerreira!

E Mulher guerreira é aquela que dia a dia trava batalhas silenciosas, invisíveis, simples e complexas. Que abala tudo quando pisa o chão, que acalma com seu colo, que amolece com sua ternura e vence com sua paciência.

Mulher guerreira é aquela que rasga o corpo e a alma por amor à vida, por um amor maior, e que levanta o rosto e o corpo marcados com orgulho para o mundo ver.

Ser Mulher guerreira é ter um coração que bate por várias vidas ao mesmo tempo, que parte várias vezes em uma mesma vida, que sangra de dor, de ansiedade, de medo e continua batendo de amor e esperança." 













































Nenhum comentário: