23 de jan de 2013

Quando a América descobriu Colombo - parte 04

Concurso Miss Brasil - Rio 1958 

Rio de Janeiro, 21 de junho, Maracanãzinho, palco da eleição da nova Miss Brasil. Estima-se que 25 mil pessoas estavam no ginásio e outras milhares acompanhando pelo rádio e TV. Na passarela 23 misses concorriam ao título. 

A gigantesca passarela primeiramente foi conquistada passo a passo pelas misses que desfilavam no “templo” que marcou época na eleição de Miss Brasil, principalmente os promovidos pelos Diários Associados. 

E lá estava Adalgisa novamente vencedora, merecedora do tradicional maiô dourado, oferecido como prêmio pela Catalina, patrocinadora oficial do concurso durante anos. 


Adalgisa Colombo foi a primeira Carioca a ganhar a título nacional. A favorita Sonia Maria Campos (Pernambuco) ficou em segundo lugar. As demais colocações: Ana Maria Felício de Paiva (Paraná) – Miss Simpatia; Denise Guimarães Prado (Minas Gerais) – terceiro lugar; Carmen Erhardt (Santa Catarina) – quarto lugar e Madalena Fagotti (São Paulo) – quinto lugar. 


A Miss Brasil 1958, dotada de beleza, glamour, inteligência, talento e sobre tudo... mulher, novamente chorou. 


Princípios de vaias surgiram o que era talentosamente contornados pelo apresentador. Em seu discurso como vencedora, como não poderia ser diferente, respondeu a altura dirigindo palavras aos que ainda insistiam em vaia-la: "Com a educação cada um demonstra o que aprendeu em casa. Quem tem aplaude, quem não tem, vaia...”


Nenhum comentário: