5 de jun de 2017

"MULHER GUERREIRA" - Miss Campo Largo

Luciane Maneira Strandvisk - Mulher Guerreira de Campo Largo
Miss Campo Largo - Marcela Mello Sanches

Luciane Maneira Strandvisk é professora e trabalha na área da educação especial há mais de 27 anos. Graduada em educação física, formada em educação física escolar e com pós em educação especial, trabalha na CEMAE (centro municipal de atendimento especializado) atendendo crianças da rede municipal de ensino de Campo Largo, que necessitam de atendimentos especializados. 

Luciane é casada mãe de dois filhos, que hoje também são formados em Educação física. Lu (apelido carinhoso, para amigos) recorda como foi difícil fazer faculdade. ‘’Na época já tinha meus dois filhos pequenos para cuidar... Trabalhava o dia todo e estudava de noite. Conseguiu pagar minha faculdade com o FIES. Tive muito apoio do meu marido na minha formação e embora tantas dificuldades para me formar hoje, sou feliz e realizada com aminha profissão... Amo ser professora e não me imagino fazendo outra coisa. ’’

Luciane conta que iniciou sua carreira profissional com o magistério, após o termino cursou deficiência visual no instituto de educação do Pr. Iniciou pedagogia, mas não concluiu. Foi apenas quando começou o curso de educação física, que encontrou sua vocação. Conseguiu conciliar sua grande paixão pelo esporte com o amor a sua profissão.

O seu trabalho com a educação especial teve inicio em 1990, trabalhando com deficientes visuais. Luciane diz que sente muito amor ao que faz, e com muita dedicação procura tentar melhorar a qualidade de vida dos deficientes visuais através da natação. 

Em 2012, seu trabalho foi direcionado e ampliou a todas as pessoas com deficiência, sendo elas: visual, intelectual, física, autistas e síndromes. Atualmente no CEMAE, ela conta que trabalha com o programa Paradesporto ( esporte para deficientes) . Orgulhosa Luciane diz que seu trabalho traz incentivo a estas pessoas e através disto são motivadas a gostar de esporte, assim como ela sempre gostou, desde a sua época de aluna no colegial. 

Nesta caminhada lu já teve muitas outras diversas oportunidades de trabalho, mas nuca pensou em mudar para outra área que não fosse à educação especial com o esporte para pessoas com deficiência. 

Luciane é um grande exemplo de mulher guerreira, aquela que sonha e acima de tudo luta por eles. E hoje quem realiza sonhos é ela levando o amor que sente pelo esporte e profissão aos seus alunos. 

"E meu maior desejo é o amor por tudo isso... Vem em prol dessa causa, deste amor pela minha profissão... Vestindo a camisa e lutando com amor ao esporte paraolímpico."





















Nenhum comentário: