9 de nov de 2013

Venezuela é eleita a Miss Universo 2013


Gabriela Isler, representante da Venezuela, foi coroada neste sábado (8) a Miss Universo 2013, no Crocus City Hall, em Moscou, na Rússia. Essa foi a primeira vez em 62 anos de história que o concurso aconteceu no País.

Muitíssimo emocionada e surpresa, a venezuelana de 25 anos recebeu a faixa e a coroa das mãos de Olivia Culpo, a eleita do ano anterior. Este é o sétimo título da Venezuela no concurso. O segundo lugar ficou para a Miss Espanha, Patricia Yurena Rodriguez. Jakelyne Oliveira, a Miss Brasil 2013, ficou em quinto lugar.

O concurso: a cerimônia começou às 16h (horário de Brasília) ao som de Clarity, de Zedd com participação da cantora Foxes. As 86 candidatas se apresentaram em ordem alfabética, enquanto era exibido o traje típico de cada uma. Logo depois, Thomas Robert e Mel B saudaram o público e arriscaram algumas palavras em russo, sem muito sucesso.

No segundo bloco, foi anunciado o top 16, escolhido em uma disputa prévia na última terça-feira (5). Foram selecionadas: Brasil, Costa Rica, Ucrânia, China, Equador, Grã-Bretanha, Indonésia, Venezuela, República Dominicana, Porto Rico, Espanha, Estados Unidos, Nicarágua, Suíça, Índia e Filipinas, que conseguiu os votos por votação popular.

Os jurados da noite foram apresentados. Entre eles, estavam o chef Nobu, a atleta Tara Lipinski, o designer Ítalo Fontana, a modelo Anne V, o cantor Philip Kirkov, a escritora Carol Alt, o cabeleireiro Farouk Shami e Steven Tyler, líder do Aerosmith. Em seguida foi a vez de Olivia Culpo, Miss Universo 2012, entrar no palco para anunciar a vencedora do Traje Típico.

Com um look que lembrava o de uma princesa, a namorada de Nick Jonas anunciou: “primeiro, quero dizer que as duas últimas semanas foram incríveis. Adoramos Moscou. Mais cedo, vocês viram as candidatas com trajes típicos. E quem venceu com o melhor traje foi a Miss Nicarágua, Nastassja Bolivar”.

Um dos momentos mais aguardados veio a seguir, com o desfile de traje de banho, que contou com a apresentação da banda Panic At The Disco, que cantaram as músicas Miss Jackson e I Write Sins Not Tragedies. As 16 candidatas desfilaram de biquíni e se mostraram muito seguras na passarela. Chamaram a atenção Amy Willerton, da Grã-Breatanha, Nastassja Bolivar, da Nicarágua, a suíça Dominique Rinderknecht, com seu cabelo moicano, e a brasileira Jakelyne Oliveira, que exibiu um corpo escultural.

Para o top 10, os jurados elegeram a brasileira Jakelyne Olivera, Patricia Yurena Rodriguez , da Espanha, Ariella Arida, das Filipinas, Amy Willerton, da Grã-Bretanha, Manasi Moghe, da Índia, Erin Brady, dos Estados Unidos, Olga Storozhenko, da Ucrânia, Constanza Baez, do Equador, Gabriela Isler, da Venezuela e Yaritza Reyes, da República Dominicana.


A próxima etapa foi o desfile de Traje de Gala, que contou com um show do cantor Emin, do Azerbaijão. Com um vestido amarelo, a filipina Ariella foi um dos destaques, assim como a inglesa Amy Willerton, que estava com um look tomara-que-caia vermelho à la Jessica Rabbit. A brasileira optou por um vestido com rendas e em tom alaranjado. Entrou no palco confiante e bastante sorridente.

Olivia Culpo fez sua segunda entrada com um traje de banho de US$ 1 milhão de dólares. O maiô branco, bordado com diamantes e outras pedras preciosas, chegou ao teatro com uma escolta e viaja o mundo com segurança 24 horas.

Jakelyne Oliveira conseguiu novamente se classificar. Além dela, no top 5 ficaram as misses Espanha, Equador, Filipinas e Venezuela. Elas seguiram para a fase das perguntas. A brasileira foi questionada pela escritora Carol Alt: “Qual sua opinião sobre países que não permitem que mulheres viajem ou dirijam, por exemplo?”, perguntou.

No meu ponto de vista, nós mulheres, conquistamos nossa independência, lutamos por isso. Infelizmente, ainda há preconceito. Porém, precisamos abrir a mente. Somos líderes, donas de casa, do lar. Ocupamos altos cargos. No meu país, a presidente é uma mulher. Somos capazes de fazer tudo”, respondeu, parecendo um pouco nervosa.

No último bloco, Steven Tyler, deixou o banco dos jurados um instante para subir ao palco e cantar Dream On. Em um ponto alto da apresentação, já com 81 candidatas presentes, o vocalista do Aerosmith subiu em cima do piano e agitou o público presente no Crocus City.

Antes do tão esperado momento do anúncio do top 3, Olivia Culpo fez seu último desfile como Miss Universo, usando um vestido azul com uma grande fenda. No discurso, ela agradeceu a sua família pelo apoio e desejou sorte para sua sucessora.

quinto lugar ficou para a brasileira Jakelyne, o quarto para a Miss Filipinas e o terceiro, para o Equador. Na hora de anunciar a vencedora, Espanha e Venezuela se viram confusas sobre quem era a vencedora. Gabriela Isler só entendeu que tinha vencido quando viu Olivia Culpo em sua frente com a coroa em mãos. (www.facebook.com/groups/536510483066155/)

Nenhum comentário: