14 de mar de 2013

Seda do Paraná no Miss Brasil 2010

Seda produzida no Paraná... marcou presença na passarela do tradicional Miss Brasil

O Estado é o maior produtor de casulos verdes do país, matéria-prima usada na confecção de fios de origem animal, proveniente do bicho-da-seda. Já manufaturado tem grande aceitação por suportar tingimento, resistência, qualidade de acabamento e não amarrotam com facilidade. É isso que foi mostrado no Traje Típico usado pela Miss Paraná 2010, Marylia Bernartd, durante uma de suas apresentações no tradicional concurso.

Aliada a beleza e complexidade do traje está um projeto social desenvolvido pelo O Casulo Feliz - de Maringá (www.ocasulofeliz.com.br) - que vem há anos dando oportunidade a comunidades que necessitam de um caminho para inclusão. 

A empresa nasceu em 1988, motivado pela ideia de que o fio de seda também deveria ser produzido de forma manual, aproveitando os casulos impróprios para a indústria e também reciclando os subprodutos dessa mesma matéria-prima.

Sedimentando em idéias de naturalismo, a empresa foi transformando esse pensamento em trabalho socialmente e ecologicamente responsável. Todos os casulos, fios, palhas ou estopas - que são fibras doadas pela natureza, estão sendo transformadas em objetos de desejo para o bem estar.

Inicialmente com uma roca Laneira de madeira e hoje máquinas especialmente desenvolvidas proporcionam o fornecimento de produtos com identidade própria, que reduz desperdício e aumenta a criatividade.

Atualmente O Casulo feliz produz mais de 20 tipos de fios que são expostos a infinitas gamas obtidas com tingimentos vegetais. O aprimoramento de técnicas naturais com pigmentos vegetais da biodiversidade brasileira foi um marco. Com casca de cebola, raiz do curcuma, folhas de manga, erva mate e sementes de urucum, na medida certa - é garantia de cor e luminosidade.

Ao longo do crescimento da empresa, os fios artesanais passaram a ser matéria-prima de produto de exuberante qualidade, resistência e beleza ímpar, utilizados para moda e decoração.

No caminho de tecer fibras naturais, O Casulo Feliz persegue a perfeição da seda em sua beleza mais primitiva que aguce cada um dos sentidos. Hoje, quem leva para casa a marca O Casulo Feliz entra em um novo universo que vai além do que alguém pode supor, com novos sentimentos e desejos.

O estilista Dirceu D’Lazari - da Vitral Atelier, mostrou a metamorfose da lagarta até o produto final. O material utilizado foi um exclusivo tecido elaborado especialmente para o traje (Voil Primitivo) e uma capa/calda feita em palha de seda entrelaçada presa em gaze, também de seda pura. Um costeiro que fecha e abre de forma sincronizada apresentava imagens que destacava o ciclo de reprodução da seda. A concepção do traje teve assinatura de Wall Barrionuevo


Nenhum comentário: